Existe código de vestimenta na Índia?

Essa questão voltou à tona nos jornais indianos quando foi lançada uma recomendação informando que as turistas estrangeiras vestidos com trajes ocidentais curtos, teriam que vestir um sari ou um dhoti e “anga vastram” para os homens antes de entrar no sanctorum do santuário e instalações do templo Kashi Vishwanath. Essa recomendação não chegou a ser uma nota oficial da administração de templos pelas autoridades indianas mas que na cidade de Varanasi, os visitantes estrangeiros vestidos com shorts ou roupas até o joelho seriam aconselhados a vestir essas roupas na entrada.

As autoridades asseguraram que não há um código de vestimenta mas que essas roupas seriam fornecidas sem custo para os visitantes nas portas dos templos disse Pandit Prasad Dixit, um dos administradores do Kashi Vishwanath Mandir (templo).

Dixit disse ainda que a administração do templo vai colocar placas de exibição em vários idiomas, incluindo Inglês, francês, alemão e italiano, pedindo turistas estrangeiros para vestir essas roupas. As autoridades do templo vai também realizar uma reunião a este respeito com guias de viagem, que trazem centenas de visitantes estrangeiros a este templo em uma base diária.

Segundo a administração isso seria uma forma de incentivar o uso dos trajes tradicionais para a realização de pujas (rituais) e oferendas nos templos. O que pode ser compreendido tranquilamente assim como em templos muçulmanos mulheres devem cobrir a cabeça. Tratando-se de religião, não cabe a nós discutir. Se queremos visitar um templo, temos que respeitar. Portanto isso seria uma regra por motivações religiosas, mas e nos lugares exteriores de templos, existe essa regra? Relatos de turistas brasileiros mostram que sim.

Esses códigos de vestimentas existem desde os níveis de exploração do turista até olhares de reprovação pelas roupas que se está usando. Conta uma turista que foi obrigada a usar um vestido vermelho quando estava nas dependências externas do Red Fort, porém no caso dela o uso da vestimenta fez-se mediante pagamento, assim como deve-se pagar para entrar com filmadoras no Taj Mahal.

Para residentes e viajantes que fogem dos pontos turísticos a coisa muda um pouco de figura mas não torna-se inexistente. O que consideramos como comum aqui como uma calça jeans feminina para os indianos é algo extremamente sexy. Não existe um código nacional de vestimenta mas um regional existe sim.

comprar-sari-indiaNas cidades de interior o jeans até é tolerado porém o mesmo é comumente usado os jovens solteiras. Se você é casada ou deseja impressionar a família do seu noivo nestes lugares: nada de jeans. O site goindia.about.com, em suas “regras de conduta” orienta as turistas em especial a não usar calças jeans coladas no corpo ou roupas reveladoras.

Indo para o lado de Maharashtra, famoso por lançar tendências escandalosas em Bollywood, o jeans em Mumbai é algo comum. Muitas mulheres os usam com alguns veste solta por cima como batas e coisas do gênero. Mas a cidade é um caldeirão cultural e cativeiro dos romances proibidos devido a indústria cinematográfica. Porém, mesmo assim, existe o olhar de reprovação principalmente da parte das mulheres mais velhas e isso que nem estou entrando no ponto do assédio de homens que não estão acostumados com isso.

Em resumo, aquele shortinho de jeans, colado nos joelhos que vocês mulheres usariam aqui no Brasil causaria o maior alvoroço na Índia, exceto se você estiver em Bollywood onde isso já é bastante normal, como vemos até em alguns filmes onde a protagonista usa minissaia. Mas vestida assim na noite, além de ser cantada você pode no mínimo acabar sendo confundida por outra mulher que se considera séria, como alguém infantil que quer “se acabar na noite”.