Primeiro Centro de Direito Animal da Índia

Share

A Universidade de Lei Nalsar inaugurou o primeiro Centro de Direito Animal da Índia na cidade de Hyderabad, onde os alunos podem realizar pesquisas para defesa dos direitos de proteção animal. O centro foi inaugurado pelo ministro da União para as mulheres e o bem-estar da criança, Maneka Gandhi, que também é um cruzado de proteção ambiental e animal.

A Humane Society International / Índia trabalhará em associação com a universidade para orientar e coordenar as atividades do centro. Maneka Gandhi afirma que a criação desse centro pode fazer com que os próprios estudantes da universidade consigam desenvolver um projeto que capte recursos para atender a essa demanda  de proteção dos animais. O centro poderia criar estudos para preservação e coletar dados que são armas importantes para combater causas ambientais nos tribunais.

A ministra e ambientalista destacou também a necessidade de leis melhores para proteger a população animal. A Índia conta com uma população de tigres de 1800 espécimes em cuidados críticos, assim como de 20 mil camelos de espécies raras, tais como os camelos nadadores que não passam de 3000. Os camelos seriam tão poucos que nem as forças armadas possuem camelos o suficiente para proteger as fronteiras em torno da área de Kutch.

As atividades do centro vão além da própria pesquisa e coletas de dado. Os estudantes realizarão workshops sobre as leis e questões de bem estar animal com magistrados judiciais, defensores da causa animal e agências governamentais . NG Jayasimha, diretor honorário do centro disse que espera que “o Centro de Direito Animal seja o primeiro de muitas instituições dedicadas à pesquisa e defenda a proteção animal, a mais ignorada ainda um ramo crucial da lei porque a pesquisa mostra que a crueldade animal e o comportamento criminoso contra humanos estão ligados “.

Fonte Times of India

Share